O passo a passo para fazer uma redação Perfeita no Enem

Por que a Redação é tão importante?

Muita gente ainda não percebeu que a redação tem uma importância muito grande nos concursos públicos, nos vestibulares e, principalmente, no Enem. Em todos eles se pede que os candidatos façam um bom texto e mostrem repertório, organização e conhecimento da Língua Portuguesa.
Sabemos também que a redação solicitada pela maior parte dos vestibulares é uma dissertação; mesmo os exames que não a exigem, admitem-na entre as possibilidades de resolução. Por meio dela, o redator faz um julgamento crítico de algum aspecto da realidade, com a intenção de apresentar e defender uma posição sobre uma situação-problema, que gera polêmica na sociedade.
Por isso, o texto dissertativo é exigido pela maioria das bancas examinadoras: ele permite avaliar a capacidade do candidato de explorar os seus conhecimentos para ensaiar uma resposta sustentável diante de uma situação que ainda não tem solução definitiva.
Por meio da dissertação, tornamo-nos parte ativa do diálogo social. Nela, assumimos e defendemos nossa visão de mundo – nossas interpretações, nossas posições e nosso julgamento. E como se a realidade fosse o paciente, e nós, o médico: cria-se a expectativa de que o texto fará um diagnóstico que sintetize e explique todo um quadro de sintomas que reclamam providências.
Para atingir os objetivos de um texto desse tipo, portanto, não basta fazer um conjunto de considerações generalizantes; é preciso assumir uma posição.
Mesmo sabendo de tudo isso, é grande o número de pessoas que se inscrevem e comparecem para os exames sem saber fazer um texto dissertativo corretamente.
Por este motivo é que este site surgiu. Ele preenche uma lacuna há muito deixada de lado pelos sites sobre a Língua Portuguesa. Aprender os segredos da redação do Enem hoje não é mais desejável, agora é mais que necessário.

Ficou com alguma dúvida sobre nosso conteúdo?

Sobre a Redação do Enem

O Enem de 2017 traz números surpreendentes sobre a redação.

O tema da redação do Enem 2017 foi "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil". O tema, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) momentos depois do início da prova, gerou muita polêmica. Isso porque a forma de correção da redação dos anos anteriores foi bastante questionada e, em 2017, o STF definiu que a redação que apresentasse posicionamento contrário aos Direitos Humanos não seria anulada. A prova teve quatro textos motivadores diferentes. Um deles incluiu dados sobre o número de alunos surdos na educação básica entre 2010 e 2016. Outro apresentou um trecho da Constituição Federal afirmando que todos têm direito à educação. Um terceiro mostrou aos candidatos uma lei de 2002, que determinou que a Língua brasileira de sinais (Libras) se tornasse a segunda língua oficial do Brasil. Além disso, um anúncio do Ministério Público do Trabalho que, segundo o site do MPT, foi publicado em 2010, abordou um quarto aspecto da questão: o fato de surdos seguirem excluídos por causa do preconceito, mesmo que tenham a formação educacional necessária para entrar no mercado de trabalho. Veja ao lado os números da prova.

  • Menor número desde 2013.

  • Apenas 53 redações tiraram nota máxima.

  • 309.157 tiveram notas zero

  • A média geral ficou em 510 pontos.

→ Quer saber tudo sobre a prova do Enem?

Ultimos artigos

Saiba o que tem sido notícia por aqui